" O Lado bom da Vida conta a história de Pat Peoples, um ex professor com 35 anos que acaba de sair de uma instituição psiquiátrica com um único objetivo: tornar-se uma pessoa melhor física, emocional e intelectualmente para acabar com o "tempo separados", termo que ele usa para todo o tempo em que ele está longe de sua esposa, Nikki.
Pat sai da instituição e vai morar com seus pais, recebendo todo o apoio de sua mãe e um tratamento um tanto quanto estranho e frio de seu pai, que não dirige a palavra a Pat durante boa parte do livro. Honestamente, o pai dele é um ogro.
Vamos percebendo, no decorrer do livro, que Pat era bem parecido com o pai antes de começar seu tratamento. Ele conta várias histórias de momentos de seu casamento com Nikki em que ele tinha atitudes estúpidas, machistas e bizarras em relação à esposa. Só que Pat parecia não conhecer a máxima "quem não dá assistência, abre concorrência" e teve um surto assassino quando pegou sua esposa tomando banho ao som de Kenny G. com seu amante dentro de sua própria casa. Foi então que ele partiu pra cima do homem, bateu nele quase até a morte e, então, foi internado. Só que ele não lembra de nada disso e endeusa sua esposa, acreditando piamente que eles só estão separados enquanto Pat fica bom. Ele nem se lembra que ficou internado por mais de 4 anos e ainda acha que tem 30.
Viciado em exercícios físicos, Pat tenta recomeçar a vida acreditando sempre no lado bom das coisas e no positivismo como arma para o sucesso. " (Resenha).


Eu particularmente, vendo o filme e lendo o livro, coloquei em um dos favoritos, pelo fato de a história me prender do inicio ao fim. Fazendo eu até hoje, ter essa ideia de positivismo diante a qualquer situação da minha vida. É uma leitura ótima, tranquila e apaixonante. Se eu pudesse, acho que leria todos os dias da minha vida novamente, só para ter a sensação que senti quando li-o.
Alguém ai já leu ou viu o filme? Conte-me o que achou! 
Beijinhos!!!!

Deixe um comentário